Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Amor na Porta à Frente

por Andrusca ღ, em 30.11.12

Oi... sorry, sorry, sorry, mas os meus testes apertaram nesta semana, e ainda tenho mais um e uma porrada de trabalhos para a próxima, e infelizmente não consegui acabar o capítulo :s

Amanhã também não sei se tenho tempo, mas no mais tardar posto, prometo.

Deixo-vos aqui um cheirinho, beijinhos.

 

Evelyn estava em pulgas para falar com Doug, para lhe dizer que tinha ido ao concerto, que tinha ouvido aquela música, que estava apaixonada por ele. Mas já tinha esperado tanto tempo que sentia que agora não fazia mal esperar mais algumas horas

(...)

Para seu azar, o Dr. Porter adoeceu, e pediu-lhe que o substituísse no turno da noite. Só sairia da clínica por volta das duas da manhã, mas até lá ainda havia tempo. Almoçou calmamente e resistiu à tentação de ir bater à porta em frente à sua. 

(...)

Eram perto das seis da tarde quando foi para a clínica, e viu que aquilo estava cheio de gente. Era época de alergias e, aliadas a elas, vinham várias inflamações na garganta, faringe, e outras coisas associadas. 

(...)

- Que raio estás a fazer?! – Gritou Doug.

- Estou a treinar para a minha banda! – Berrou Evie, por cima do barulho que fazia com a guitarra.

- Tu não tens nenhuma banda! – Discutiu ele, tirando-lhe o instrumento das mãos e pousando-o ao canto por trás dela.

- É irritante, não é? – Perguntou ela, a rir-se.

2 comentários

Comentar post